sexta-feira, 31 de outubro de 2008

Pequena Flor

Como pequena flor que recebeu uma chuva enorme
E se esforça por sustentar o oscilante cristal das gotas
Na seda frágil, e preservar o perfume que aí dorme

E vê passarem as leves borboletas livremente
E ouve cantarem os pássaros acordados sem angústia
E o sol claro do dia às claras estátuas beijando sente

E espera que se desprenda o excessivo, úmido orvalho
Pousado, trêmulo, e sabe que talvez o vento
A libertasse, porém a desprenderia do galho

E nesse temor e esperança aguarda o mistério transida
Assim repleto de acasos e todo coberto de lágrimas
Há um coração nas lânguidas tardes que envolvem a vida...

coisa de Cecília Meireles

as vezes olho esse blog e me sinto um plágio, mas tenho lá culpa de os poetas traduzirem tão bem meus sentidos?!!
eu simplesmente sou essa flor… convivendo com a dualidade de ansiar voar com o vento e temer se desprender do galho…

quarta-feira, 29 de outubro de 2008

Como pode ser gostar de alguém e esse alguém não ser seu?!

LIZBELA

Eu quero a sina de um artista de cinema
Eu quero a cena onde eu possa brilhar
Um brilho intenso, um desejo, eu quero um beijo
Um beijo imenso, onde eu possa me afogar

Eu quero ser o matador das cinco estrelas
Eu quero ser o Bruce Lee do Maranhão
A Patativa do Norte, eu quero a sorte
Eu quero a sorte de um chofer de caminhão
Pra me danar por essa estrada,
mundo afora, ir embora
Sem sair do meu lugar
Pra me danar, por essa estrada,
mundo afora, ir embora
Sem sair do meu lugar
Ser o primeiro, ser o rei, eu quero um sonho
Moça donzela, mulher, dama, ilusão
Na minha vida tudo vira brincadeira
A matinê verdadeira, domingo e televisão
Eu quero um beijo de cinema americano
Fechar os olhos fugir do perigo

Matar bandido, prender ladrão
A minha vida vai virar novela
Eu quero amor, eu quero amar
Eu quero o amor de Lisbela
Eu quero o mar e o sertão
Eu quero amor, eu quero amar
Eu quero o amor de Lisbela
Eu quero o mar e o sertão

coisa de Los Hermanos
ao beijo (prometido)...

sábado, 18 de outubro de 2008

É o Que Me Interessa

Daqui desse momento
Do meu olhar pra fora
O mundo é só miragem...
A sombra do futuro
A sobra do passado
Assombram a paisagem...
Quem vai virar o jogo
e transformar a perda
Em nossa recompensa
Quando eu olhar pro lado
Eu quero estar cercado
só de quem me interessa!

Às vezes é um instante
A tarde faz silêncio
O vento sopra a meu favor...
Às vezes eu pressinto
e é como uma saudade
De um tempo que ainda não passou
Me traz o teu sossego
Atrasa o meu relógio
Acalma a minha pressa.
Me dá sua palavra
Sussurre em meu ouvido
Só o que me interessa!

A lógica do vento
O caos do pensamento
A paz na solidão
A órbita do tempo
A pausa do retrato
A voz da intuição
A curva do universo
A fórmula do acaso
O alcance da promessa
O salto do desejo
O agora e o infinito
Só o que me interessa...

coisa de Lenine...

segunda-feira, 6 de outubro de 2008

OUTUBRO CHEGOU!!!

E com ele todas as coisas boas que a vida me reserva!!!
dia 25 lembrem de me dar os parabéns!!

OUTUBRO
Alegrias, as desmedidas.
Dores, as não curtidas.
Casos, os inconcebíveis.
Conselhos, os inexeqüíveis.
Meninas, as veras.
Mulheres, insinceras.
Orgamos, os múltiplos.
Ódios, os mútuos.
Domicílios, os temporários.
Adeuses, os bem sumários.
Artes, as não rentáveis.
Professores, os enterráveis.
Prazeres, os transparentes.
Projetos, os contingentes.
Inimigos, os delicados.
Amigos, os estouvados.
Cores, o rubro.
Meses, outubro.
Elementos, os fogos.
Divindades, o logos.
Vidas, as espontâneas.
Mortes, as instantâneas.

coisa de Bertold Brecht

Setembro se foi...

Setembro se foi e levou com ele todas as coisas tristes que preferi não lembrar aqui....
nova etapa começa... força nova todos os dias!!!

Para Pelé (Um ano!)

Olha aí Ubaitaba sem você...
Fecha os olhos Bahia, para ouvir...
Cadê o som das passadas de Pelé?
Olha as ruas das cidades por onde passaram seus pés...
Elas não estão coloridas...
Elas são só de concreto...
Seus sons são eco...
suas ruas compridas...
Me mostra cidade (eu te peço)um pouco dele a vida?
Dele tem a praça,
mas a praça não tem graça.
Dele tem as casas,
mas elas não têm asas.
Dele pavimentos,
engenhosos ornamentos,
extraídos do pensamento,
de seu nato encantamento...
Olha aí Ubaitaba sem você...
Muitas obras de suas mãos...
Que pulsaram seu coração...
Agora sem a sua atenção.
Mas agente pode ver,
basta apenas querer.
Seu talento criou a praça
para à cidade emprestar graça.
Sua vontade ergueu casas
Com entendimento fez pavimentos
Nesses empreendimentos o seu contentamento.
Olha Ubaitaba aí sem você...
Família que te reflete,
Amigos que não te esquecem,
Uma história que te enobrece.
Olha agora Ubaitaba:
Eleição sem seu coração (sempre vermelho)
Andanças sem a dança da tua andança...
Comício com lágrimas desde o início...
Carros enfileirados e você não está ao lado...
Olha agora Ubaitaba:
Como está tu diferente,
Sem ter Pelé contente, Contagiando agente.

coisa de Tia Lílian Duque em homenagem ao meu pai.... 1 ano de sua partida...

sábado, 30 de agosto de 2008

Um desenho, uma pintura, um ser...


Me by You...

quinta-feira, 28 de agosto de 2008

A Pedra Mais Alta

(Morro do Castelo - de lá de cima vi a Lua mais bonita da minha vida!)

"Me resolvi por subir na pedra mais alta
Pra te enxergar sorrindo da pedra mais alta
Contemplar teu ar, teu movimento, teu canto
Olhos feito pérola, cabelo feito manto

Sereia bonita sentada na pedra mais alta
Tô pensando em me jogar de cima da pedra mais alta
Vou mergulhar, talvez bater cabeça no fundo
Vou dar braçadas, remar todos mares do mundo

O medo fica maior de cima da pedra mais alta
Sou tão pequenininho de cima da pedra mais alta
Me pareço conchinha ou será que conchinha acha que sou eu?
Tudo fica confuso de cima da pedra mais alta

Quero deitar na tua escama
Teu colo confessionário
De cima da pedra não se fala em horário
Bem sei da tua dificuldade na terra
Farei o possível pra morar contigo na pedra

Sereia bonita descansa teus braços em mim
Não quero tua poesia teu tesouro escondido
Deixa a onda levar todo esboço de idéia de fim
Defina comigo o traçado do nosso sentido

Quero teu sonho visível da pedra mais alta
Quero gotas pequenas molhando a pedra mais alta
Quero a música rara o som doce choroso da flauta
Quero você inteira e minha metade de volta."


Coisa de Fernando Aninteli... (marcou minhas subidas e descidas pelo Vale do Paty- Chapada Diamantina)


sexta-feira, 22 de agosto de 2008

Deus abre os céus pra nós!!

"A quem tenho eu no céu além de Ti
E não há na Terra quem eu queira
Mais que a Ti
Estou apaixonado, desesperado de amor.
Eu estou disposto a morrer por Ti
E construirei no cume do monte um altar
E o sacrifício sou eu,
E o sacrifício sou eu!

Abro mão dos meus sonhos
Abro mão dos meus planos
Abro mão da minha vida por Ti
Abro mão dos prazeres
E das minhas vontades
Abro mão das riquezas por Ti
Estou apaixonado.

O que fazer, pra onde ir,
se só tu tens, as palavras de vida eterna?"
Abro Mão
(Toque no Altar)


É... a palavra do dia é RENÚNCIA!!! As pessoas podem achar isso uma tremenda maluquice. Como pode alguém querer abrir mão de seus sonhos, planos, prazeres, vontades, até da própria vida?? Então eu gostaria de tranquilizá-los... sou sim maluca!! dodinha de pedra... a Bíblia diz que Deus usa as coisas loucas para confundir as sábias, então não me incomoda parecer estranha. É uma paixão extrema, um amor esfusiante, um sentimento que transborda de uma maneira que não há como descrever...
Sabe quando parece que a vida não tem mais sentido? Já senti isso um dia, foi aí que resolvi voltar os olhos e o coração para aquele que criou a vida. Se foi o criador, deve ter a receita de uma vida com sentido.
Só quem já sentiu o toque preciso e potente da mão de Deus, conheceu o verdadeiro amor capaz de enviar Jesus ao mundo para nos ensinar a viver e que por ter amado demais sofreu demasiado sacrifício.
Toda vez que tento dar uma de independente de Deus e fazer as coisas de acordo com meus impulsos, acabo trocando o pé pelas mãos... pra que vou ficar batendo testa?
Ah... como eh bom e insano descansar no colo de Jesus e saber que a vontade Dele é a perfeita!!! Claro que abro mão de qualquer coisa por amor... claro que abro mão de tudo só pra ficar deitada nesse colo mais um pouquinho....
É um sentimento tão fantástico que convido a todos os raros que experimentem um pouquinho... é a maior de todas as viagens que já curti... é uma onda que não acaba nunca... espero sentir por toda a eternidade!!!


quarta-feira, 13 de agosto de 2008

Afinal... ser um "homem" em busca de mais...

"Para meu coração basta teu peito
para tua liberdade bastam minhas asas.
Desde minha boca chegará até o céu
o que estava dormindo sobre tua alma.

E em ti a ilusão de cada dia.
Chegas como o sereno às corolas.
Escavas o horizonte com tua ausência
Eternamente em fuga como a onda.

Eu disse que cantavas no vento
como os pinheiros e como os hastes.
Como eles és alta e taciturna.
e intristeces prontamente, como uma viagem.

Acolhedora como um velho caminho.
Te povoa ecos e vozes nostálgicas.
eu despertei e as vezes emigram e fogem
pássaros que dormiam em tua alma."

Coisa de Pablo Neruda


Hoje li um livro muito comédia daqueles de auto-ajuda que vc n recomenda nem conta a ninguém que leu, mas compra e lê todinho numa sentada, só pra ver se entende melhor o mundo.
Por que os homens mentem e as mulheres choram? Interessantes análises dos universos femininos e masculinos vistos de uma forma puramente biológica. Acaba meio redondo pq define de maneira muito quadradinha regras de comportamentos sociais que foram incutidas na sociedade machista para homens e mulheres e as justifica de maneira orgânica: diferença de funcionamentos cerebrais; interessante pq de uma forma ou outra descreve a maioria dos comportamentos que encontramos e que muitas vezes acabam destruindo a convivência entre homens e mulheres... toda leitura vale a pena se for feita com uma boa dose de crítica.. então, gostei de ler...
Ah propósito, entrei em crise e saí da crise, escrevi mandei e pensei q n devia ter mandado, senti amor e raiva, fiz três projetos diferentes para meus próximos dias, descobri mais uma vez q não tenho dinheiro pra tudo o que quero fazer e voltei pra academia de novo prometendo não largar mais! Sobrou tempo pra trabalhar tb hj e até pra postar no blog....

domingo, 10 de agosto de 2008

Dia dos Pais

Ode ao Pai

UiUiUi!!!
Corre é o papai que está chegando!
Me jogo no colo, beijo o rosto, rabisco todo o bloco de anotações.
Tudo é engraçado:
Fala aí capacete pra eu ver,
Joga um beijo pra mãmae!
O mundo é do tamanho do seu abraço.
FiUiFiii!!!
Ligeiro painho ta chamando!
Agora não sou a única,
Mas jogo no colo e me sinto o centro do mundo.
Sei dividir o amor que me tens.
Lá ta muito longe, brinca aqui mais perto,
Cuidado pra não cair!
O mundo é do tamanho do que me mostra.
TanTanRanTan TanTan!!!
É Painho, é Painho, olha lá!!
Não tenho 2, nem 7 anos
Nem te vejo todo dia, mas anseio a sua chegada,
Meus fins de semana são uma festa!
Corre de bicicleta, desce ladeira de patins, já ta em cima da árvore?
Deixa a menina se divertir...
O mundo é do tamanho do que me manda ver.
Ei mocinha!!!
Vixe, é meu pai!!!
O que ele quer me vigiando?
Que ciúme besta, posso sair com quem quiser,
Ai que saco!
Vai pra onde? Quem é esse seu amigo?
Eu não vi seu boletim.
O mundo é do meu tamanho.
Triiiiimmmmmm!!
Licença gente, é o meu pai!
Felicidade em ouvir a voz,
Viagens a acertar, contas a pagar, novidades a contar.
Como estão as coisas? Na política as coisas são assim...
Você precisa ser menos radical, minha filha,
Vá em frente que vai dar certo.
O mundo é do tamanho do que me incentiva a descobrir.
Liiiiiiiiiizzzzzz!!
Sorrisão, alegria demais...
organizar documentos, começar a trabalhar, ser mais responsável
muito apoio e dedicação incondicional.
Gente, essa é minha filha!
Minha doutorazinha, meu orgulho...
Não vá bater o carro, viu?!
e foram as últimas palavras que ouvi...
O mundo parou!
.......................
Não tem me chamado mais, mas ouço sua voz dentro de mim.
Amor, família, honestidade,
dignidade, humildade, solidariedade e altruísmo
Seus exemplos perduram a sua existência,
Seus valores perpetuam em nós.
O mundo é do tamanho que me ensinou a ver.


coisa minha... homenagem ao dia dos pais

Chorar com os que choram... me alegrar com os que cantam


Ontem queria ter escrito.. mas minhas emoções estavam meio bagunçadas...

Alguém muito especial para pessoas que amo muito partiu para a eternidade e diante disso não há como não sentir... É estranho ver pessoas que gostamos sofrendo, tristes, chorando... o coração parece que parte ao meio e chora junto, mas a essência da amizade é realmente isso: chorar com os que choram, não apenas me alegrar com os que cantam.

SALMO 46

Deus é o nosso refúgio e fortaleza, socorro bem presente na angústia.Pelo que não temeremos, ainda que a terra se mude, e ainda que os montes se projetem para o meio dos mares;ainda que as águas rujam e espumem, ainda que os montes se abalem pela sua braveza.Há um rio cujas correntes alegram a cidade de Deus, o lugar santo das moradas do Altíssimo.Deus está no meio dela; não será abalada; Deus a ajudará desde o raiar da alva.Bramam nações, reinos se abalam; ele levanta a sua voz, e a terra se derrete.O Senhor dos exércitos está conosco; o Deus de Jacó é o nosso refúgio.Vinde contemplai as obras do Senhor, as desolações que tem feito na terra.Ele faz cessar as guerras até os confins da terra; quebra o arco e corta a lança; queima os carros no fogo.Aquietai-vos, e sabei que eu sou Deus; sou exaltado entre as nações, sou exaltado na terra.O Senhor dos exércitos está conosco; o Deus de Jacó é o nosso refúgio.

Vá em paz!!! Que os anjos te recebam em festa e que possas ver a face do nosso Rei Jesus!! Que o bálsamo do céu desça para curar a sua família e confortar os corações entristecidos... Amém!!

sexta-feira, 8 de agosto de 2008

Agora eu sou Bloggueira!!!

Primeiro post da minha vida!! estou tão emocionada (mentira... é só pq todo mundo tem que fazer uma declaração de amor ao seu querido blog, para ver se cria uma relação de intimidade com ele).
Confesso que sou da era do "Meu Querido Diário" e ainda tenho todos eles guardados...
A idéia de escrever em um blog, me espanta ao mesmo tempo que me encanta....
Se a experiência for boa, continuo, se encher meu saco, jogo tudo pro alto... então, me incentivem...
A vontade de ter um blog é apenas para escrever livremente, sem pressa, sem cobrança, sem ser bonito ou feio, sem necessariamente ser lido, apenas escrito e registrado.
Não falarei sobre mim, provavelmente os que entram são os raros que já me conhecem, mas sentirei muitas coisas em forma de palavras....
Postarei coisas minhas e não minhas que já são minhas, compartilharei e assim, quem sabe, me sinta voando um pouco mais.
Sou uma Flor com a alma de um Beija-flor... Quem sabe nos encontramos em algum jardim??